Entreatos (2011)

A peça “Entreatos” teve sua primeira montagem no ano de 2011 com estréia no dia 04 de Setembro desse mesmo ano em Comemoração aos 15 anos do Grupo de Teatro Estrada.

No ano de 2013 ganhou a fase Municipal do Mapa Cultural Paulista na cidade de Indaiatuba e na Fase Regional ficou como suplente na cidade de Pirassununga e a atriz Fernanda Bugallo recebeu Honra ao Mérito por sua atuação no espetáculo.

Em 2012 no Festival de Cenas Curtas de Sumaré, o Grupo de Teatro Estrada recebe indicação de melhor atriz, Fernanda Bugallo, e indicação de melhor Texto, Paloma Dourado, pela cena “Palavras”.

Release:

A peça é um mosaico de estados e silêncios encontrados na vida humana.
Em cada cena uma linguagem que chega até espectador de dentro pra fora. É uma realidade que não vemos, não ouvimos, não sentimos, não paramos para perceber.
Um mosaico que nos desperta da letargia que a vida contemporânea nos impõe anestesiando os nossos instintos.
Desestabilizar, desconstruir, descobrir como não se manter mecânico e estático diante dos nossos medos e problemas.
A vida e a morte, o medo e a coragem, o sonho e o real, o jovem e o velho, o homem e o mundo, são questões com os quais nos debatemos todos os dias.
A busca pelo outro faz parte da trajetória humana, mas nos afastamos, nos isolamos, nos iludimos e nos confirmamos com um universo solitário e vazio.
Ver, ouvir, degustar, tocar e aguçar todos os sentidos para viver intensamente a possibilidade que nos é oferecida: A de poder nos encontrarmos com o outro e principalmente a de nos percebermos um dentro do outro.
Os ENTREATOS são nossos impulsos mais intensos e são nos nossos silêncios e pausas que se esconde a nossa grande verdade.

 

Elenco:


Márcio Guimarães, Vlademir Daniel,  Kellen Tobaldini, Raphaela Silva, Fernanda Bugallo, Fernando Pi, Rose Krame, Jéssica Novakoski, Bruno Santana, Eluizio Felix, MayaraFelix

 

Fotos:

 

 

Vídeos da peça

1. Muita Coisa Pra Dizer

 

2. Fado

 

4. Palavras

 

 

6. Um Vinho

 

7. Fala

 

9. Janelas

 

 

Ficha Técnica:

Texto –  Paloma Dourado, João Freitas, Juliana Penna,Carlos Hagabê Godoy
Direção – Paloma Dourado
Sonoplastia – Paloma Dourado e Luiz Thomé
Iluminação – Paloma Dourado
Operador de Som – Luiz Thomé
Cenário e Figurino – O Grupo